Ir para página principal

Oração e Bênção - Início do Ano Letivo de 2018

 

 

 

Sugestão de Oração e Bênção

 

Cel.: Movidos pelo Espírito Santo, vamos nos dirigir ao “Deus da vida” pedindo sua bênção e proteção para o ano letivo de 2018. Cantemos:

 

Música:

Vem, Espírito,
Vem, Espírito.
Sozinho eu não posso mais,
Sozinho eu não posso mais,
Sozinho eu não posso mais viver.

 

Eu quero amar,
Eu quero ser
Aquilo que Deus quer.
Sozinho eu não posso mais,
Sozinho eu não posso mais,
Sozinho eu não posso mais viver.

SAUDAÇÃO

 

Cel.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

Todos: Amém.

 

O celebrante saúda os presentes com estas ou outras palavras apropriadas, de preferência extraídas das Sagradas Escrituras:

 

Cel.: Ó Deus, fonte de sabedoria, a sua Palavra encarnada, Cristo Senhor, e o Espírito da verdade, estejam convosco.

Todos: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

 

LEITURA DA PALAVRA DE DEUS

 

Música:

Tua Palavra é lâmpada para os meus pés, Senhor.

Lâmpada para os meus pés, Senhor.

Luz para o meu caminho(2x)

 

Tende entre vós o mesmo sentimento

que existe em Cristo Jesus.

 

 

 

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses                                           2,1-15

 

Irmãos: 

1Se existe consolação na vida em Cristo,

se existe alento no mútuo amor,

se existe comunhão no Espírito,

se existe ternura e compaixão, 

2tornai então completa a minha alegria:

aspirai à mesma coisa, unidos no mesmo amor;

vivei em harmonia, procurando a unidade.

3Nada façais por competição ou vanglória,

mas, com humildade, cada um julgue

que o outro é mais importante, 

4e não cuide somente do que é seu,

mas também do que é do outro.

5Tende entre vós o mesmo sentimento

que existe em Cristo Jesus.

 

Palavra do Senhor.

 

(Breve reflexão)

 

 

Salmo 146(147)

 

Todos: Felizes são aqueles, que esperam no Senhor!

 

1Louvai o Senhor Deus, porque ele é bom,
cantai ao nosso Deus, porque é suave: 
ele é digno de louvor, ele o merece!
2O Senhor reconstruiu Jerusalém,
e os dispersos de Israel juntou de novo;

3ele conforta os corações despedaçados,
ele enfaixa suas feridas e as cura;
4fixa o número de todas as estrelas
e chama a cada uma por seu nome. 

5É grande e onipotente o nosso Deus,
seu saber não tem medida nem limites.
6O Senhor Deus é o amparo dos humildes,
mas dobra até o chão os que são ímpios.

 

PRECES

 

Segue-se a oração comum. Dentre as intercessões propostas, o celebrante poderá escolher as que julgar mais apropriadas, ou acrescentar outras, condizentes com as circunstâncias particulares e condições das pessoas.

 

Cel.: Como o início de toda sabedoria é o temor de Deus, vamos invocar o Senhor para que possamos compreender com a inteligência e fixar em nossos costumes tudo que é verdadeiro e tudo que é justo. Peçamos, portanto, e digamos:

 

Todos: Dai-nos, Senhor, o espírito da sabedoria.

 

Leitor: Senhor, nosso Deus, que tanto amor tivestes aos homens a ponto de nos fazer chamar e ser filhos vossos, fazei também que nos sirvamos das ciências humanas para melhor compreender e realizar plenamente o sentido de nossa vocação, rezemos.

 

Leitor: Oferecestes em Cristo, vosso Filho, o exemplo do homem novo, que cresce em sabedoria, idade e em graça; fazei-nos acompanhar os nossos progressos humanos com a eficácia da ação divina, rezemos.

 

Leitor: Pusestes, como exigência para a formação do homem, a cooperação entre as pessoas; inspirai aos que aqui trabalham em educação o dever de provocar nos educandos o zelo pela promoção do bem comum, rezemos.

 

Leitor: Sois autor e protetor da dignidade humana; concedei que os benefícios de uma sadia educação se estendam, quanto antes, a todos os homens em toda parte, rezemos.

 

Preces espontâneas

 

Pai Nosso...

 

Refrão: 

Ó vem conosco, vem caminhar, Santa Maria vem!

 

Ave Maria...

 

BÊNÇÃO

 

O celebrante, de mãos estendidas, reza a oração da bênção:

 

Senhor Deus todo-poderoso,

atendei com bondade às nossas preces,

para que esta casa, destinada à educação e formação, ao progresso das ciências e ao estudo das letras, se torne o lugar onde discípulos e mestres, sensíveis à palavra da verdade, procurem seguir os ensinamentos da vida cristã e unir-se de todo coração ao mestre Jesus Cristo.

Que vive e reina para sempre.

Todos: Amém.

 

O celebrante ou o diácono, se houver, se for oportuno, convida o povo para receber a bênção com estas palavras ou outras semelhantes.

 

Cel.: O Senhor esteja convosco.

Todos: Ele está no meio de nós.

 

Cel.: O Senhor vos abençoe e vos guarde.

Todos: Amém.

 

Cel.: Ele vos mostre seu rosto e se compadeça de vós.

Todos: Amém.

 

Cel.: Volva para vós o seu olhar e vos dê a sua paz.

Todos: Amém.

 

O sacerdote abençoa o povo, dizendo:

 

Cel.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho + e Espírito Santo.

Todos: Amém.

 

 

Música:

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz

Onde houver ódio, que eu leve o amor

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão

Onde houver discórdia, que eu leve união

 

Onde houver dúvida, que eu leve a fé

Onde houver erro, que eu leve a verdade

Onde houver desespero, que eu leve a esperança

Onde houver tristeza, que eu leve alegria

Onde houver trevas, que eu leve a luz

 

Ó mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado

Compreender, que ser compreendido

Amar, que ser amado

Pois é dando que se recebe

É perdoando que se é perdoado

E é morrendo que se vive

Para a vida eterna.